Xaile da Saudade

 Poema de Euclides Cavaco

Fado interpretado por João Balças



Este xaile já velhinho
É relíquia que contém
O perfume do carinho
Deixado por minha mãe.

Tem a cor da noite escura
Mas parece mais brilhante
Do que a luz celeste e pura
Duma estrela cintilante.

Doce pedaço de vida
Dos meus tempos de criança
É de minha mãe querida
Suave afecto e lembrança...

Nem uma fotografia
Que o tempo deixou marcado
Me dá tanta nostalgia
Como este xaile sagrado.

Inspira-me o seu amor 
Quando ao beijar-me sorria
No seu colo acolhedor
Nesse xaile me envolvia.

Recordo minha mãezinha
Na sua simplicidade
Quando aos seus ombros tinha
Este xaile da saudade !....

 

Euclides Cavaco