Traineira da Vida

Autor: Euclides Cavaco
Autor da Música: Armando Machado
Intérprete: Alfredo Louro


Acompanhamento
Guitarra: Mário Almeida
Viola: Alfredo Louro


Embarquei numa traineira,
Que do cais saiu ligeira
E desde a minha partida,
Por mar bravo e por mar brando,
À sorte fui navegando,
Neste oceano da vida!…

Passei por mil tempestades,
Enfrentei dificuldades,
Mas naveguei com esperança,
Atravessando as tormentas,
Das ondas mais violentas,
Até encontrar bonança.

Pesquei tristezas e dor,
Pesquei raiva e dissabor
E amargo da maresia,
Se pesquei rivalidade,
Pesquei também amizade,
E até pesquei alegria!…

E sem findar a viagem,
Continuo com coragem,
Numa aventura incontida.
Neste mar sempre agitado,
Eu vou cumprindo o meu fado,
Nesta traineira da vida!…

Euclides Cavaco