12
11
10
09
08
06
03
01

TRAGÉDIA NA MADEIRA

 

 

A tragédia da Madeira
Fez chorar a Pátria inteira
Disseminou luto e dor
Ceifando inocentes vidas
Bens e casas destruídas
Numa fúria de terror.

Um temporal traiçoeiro
Que em vinte de Fevereiro
Do ano dois mil e dez
Assolou a bela Ilha
Roubando-lhe a maravilha
E tudo em nada desfez.

O que outrora fora orgulho
Foi transformado em entulho
Pelas cheias arrastadas
As águas em turbulência
Com furor e violência
Fizeram rios nas estradas.

Catástrofe tão atroz
Cala fundo a nossa voz
Pelo pavor da ameaça
Capricho da Natureza
Causa à Ilha portuguesa
Devastação e desgraça.

Nobre povo madeirense
O futuro a vós pertence
Vamos todos dar as mãos
Perante o triste cenário
O mundo está solidário
P'ra ajudar nossos irmãos.


Euclides Cavaco