Tirania

Neste mundo conturbado
Hoje quase entregue aos bichos
Nós somos o resultado
Do poder e dos caprichos.

Os déspotas poderosos
Só para a glória manter
São pérfidos mentirosos
E abusam do poder .

Urdem desígnios de guerra
Injustos e imprudentes
Que matam por toda a terra
Muitos milhões de inocentes.

O mundo perde seus filhos
Enlutam-se os corações
Com o ditar dos caudilhos
Nas suas resoluções.

Porque é assim quem ordena
Preterindo o altruísmo ?
Lamento com muita pena
Esta falta de humanismo.

Nosso mundo melhor era
Liberto da tirania
Se todo o que a prolifera
Jamais visse a luz do dia!...


Euclides Cavaco