Ternura das Aves

 

Vi transparecer alegria
Nas aves fazendo um ninho
Cantando em sintonia
Seu hino de passarinho!...

 

Estas simples avezinhas
Livres em terno voar
Sempre cantando e sozinhas
Na construção do seu lar ...

 

Depois dele construído
Provaram ainda mais dotes
Pois com labor desmedido
Lá criaram seus filhotes

 

Exemplo belo e sereno
Que o meu entender supera
Por estímulo terreno
Sabem quando é Primavera...

 

E dentro de mim eu sinto
Quando as contemplo melhor
Que há para além do instinto
Entre estas aves amor!...

 

Aquelas bonitas aves
Cuja vivência me apraz
Com os seus cantos suaves
Inspiram o mundo à paz!...

Euclides Cavaco