Semana Santa

Poema e voz de Euclides Cavaco
 


Dobram tristes na igreja
Na torre que se agiganta
Os sinos p'ra quem deseja
Viver a Semana Santa.

Morreu Cristo numa cruz
Pela bondade ser tanta
P'lo martírio de Jesus
Se evoca a Semana Santa.

Há cânticos da paixão
Que algum povo crente canta
Cultos de celebração
Próprios da Semana Santa.

Há quem faça penitência
E se almoça já não janta
Em jejum e abstinência
Durante a Semana Santa.

Neste mundo atormentado
Que a maldade desencanta
Devia ser transformado
P'ra sempre em Semana Santa.

O mais profundo sentido 
Que tem a Semana Santa
É quando Cristo remido
Do sepulcro se levanta !…

Euclides Cavaco