Queda do Império

Poema e voz de Euclides Cavaco

 

 

O Império Português
Teve um mérito profundo
Nas descobertas se fez
Um grande império no mundo.

Com fulcro no Continente
Foi Império secular
Da Europa ao Oriente
Da América ao Ultramar.

Por continentes e ilhas
Tornou-se grande este Império
Que mais tarde Tordesilhas
Limita a um hemisfério.

Quando o Império caiu
Perde-se África e Brasil
Timor, Damão, Goa e Diu 
E o resto depois de Abril.

Foi Moçambique e Guiné
Dá-se a Angola independência
Cabo Verde e São Tomé
E a Macau a transferência.

A nossa nobre bandeira 
Com tal queda se ressente
Por restar só a Madeira
Os Açores e Continente!…

Euclides Cavaco