Quase Ninguém

Autor: Euclides Cavaco

Intérprete: Miguel

Exemplo de quase nada
Era eu quando nasci
Nesta minha caminhada
Trabalhei muito e sofri...

Para uma vida melhor
Lutei e fui emigrante
Trabalhei com muito ardor
Longe da Pátria distante...

Compreendi finalmente
Só nesta idade avançada
Se a vida fosse diferente
Era sempre quase nada...

Se o destino está traçado
Nada altera a viagem
De cumprir o nosso fado
Nesta tão breve passagem.

Não sei se valeu a pena
Ter tentado ser alguém
Por ser na vida terrena
Apenas… Quase ninguém !…

Se o destino está marcado
Nada altera a viagem
De cumprir o nosso fado
Nesta tão breve passagem.

Autor: Euclides Cavaco