Porto Santo

Poema e voz de Euclides Cavaco



Ó ilha de Porto Santo
Tu és a ilha dourada
Por seres tão bela te canto
Bem mereces ser cantada.

Tua praia caprichosa
De água limpa e prateada
Assaz amena e formosa
De areia fina e dourada.

És sereno paraíso
De suavidade e calma
Onde o Sol com seu sorriso
Dá à ilha inda mais alma.

Nas colinas são notórias
Sobras de velhos moinhos
Do tempo apenas memórias
De percorridos caminhos.

Tu és ilha de ternura
Com o teu mar transparente
É notável a candura
Que distingue a tua gente.

Teus dotes de maravilha
Falam por ti afinal
Porto Santo és a ilha
Mais terna de Portugal !…


Euclides Cavaco