MAVILDE

 Só sete letras apenas

São toda a inspiração

Que dá sentido aos meus versos

São pétalas de açucenas

Numa outra dimensão

Que da alma são emersos.

 

Tu foste a musa escolhida

Plos teus dotes sensuais

Dotada de formosura

Tu és do meu ser guarida

Sabes calar os meus ais

Nos teus lábios de ternura.

 

És o meu barco e o meu mar

Teu coração é bonança

Dum oceano sem fim.

Onde só sei navegar

Com rumo ao porto da esperança

Onde tu esperas por mim.

 

A teu lado eu quero estar

Comungando os sentimentos

De tristeza ou alegrias

Pra contigo partilhar

Os bons e os maus momentos

Até ao fim dos meus dias.

 

Euclides Cavaco