Tributo à Jacira Ribeiro

 


Dona duma alma nobre,
Que à beleza o mundo inspira,
No ilustrar dos poemas,
Criados pela Jacira.

Os poemas que ela toca,
E ao seu talento introduz,
Ficam divinos, porque ela
Dá-lhe vida, cor e luz.

Os autores dela apreendem,
Por este seu predicado,
Que os poemas que ela ilustra,
Têm mais significado.

Ao visitar sua página,
Verá quanto ela é gentil,
É rara preciosidade,
Que representa o Brasil.

Para a Jacira Ribeiro,
A admiração e respeito
E um bem haja bem merecido,
Por tudo o que já tem feito.

Que a Jacira veja a sombra
Frondosa e, a vá gozar...
Duma árvore centenária,
Que inda hei-de plantar!...


Euclides Cavaco