Fronteiras do Saber

Poema e voz de Euclides Cavaco

Tudo o que sabes não dá
Nem que estudes muito a fundo
Pra saberes tudo o que há
No universo ou no mundo.

Tudo o que sabes não é
NADA sobre a Criação
E a força que tem a fé
Em qualquer religião...

Tudo o que sabes é pouco
Sobre a vida e certas crenças
Se assim não pensas és louco
Ou sabes menos que pensas.

Tudo o que sabes eu juro
Que é do saber pura ausência
No que respeita ao futuro
E sobre a nossa existência.

Tudo o que sabes em suma
Não te permite porém
Conhecer de forma alguma
Os mistérios do Além !...

Tudo o que sabes termina 
Quando ao meditar acabes
Num limite que culmina...
Em saber que nada sabes !...

Euclides Cavaco