Camélia


Linda camélia frondosa
Que enchia toda de rosa
Ao chegar a Primavera
Era o mais belo quadro
Que existia ali no adro
Da casa onde eu nascera.

Pétalas de várias cores
Coloriam suas flores
Formando o mais belo manto
Fazem-me hoje inda lembrar
A camélia singular
De que sempre gostei tanto.

Dava lar aos passarinhos
Que lá faziam seus ninhos
Brotando vida e esperança
Dava sombra no Estio
Essa camélia era o brio
Dos meus tempos de criança.

Camélia de flor tão Linda
Que às vezes recordo ainda
Com muito afecto e prazer
Num ressurgir de emoções
Suaves recordações
Tão gratas de reviver. 

Euclides Cavaco