Escultura Divina

Poema e voz de:
Euclides Cavaco

Teu belo seio ondulado
Faz ondas como as do mar
Nesse teu corpo moldado
Feito inspiração p'ra amar.

Teus olhos são como estrelas
Lá longe no Céu brilhando
Teus lábios são aguarelas
Das cores do amor sonhando.

Teus cabelos são jasmim
Tua boca qual quimera
O teu corpo é um jardim 
Que irradia Primavera. 

Tens sorriso gracioso
Meiga voz que frui virtude
No teu jeito mavioso
Há sempre uma juventude.

És da aurora o alvor
Foste no Éden eleita
Imagem do Criador
Que te fez assim perfeita

És escultura Divina
Duma beleza sem par
Em perfeição que combina
O Céu, a Terra e o Mar !...

Euclides Cavaco