Chama da Saudade

 

No rumo da incerteza
Partimos de ti um dia
Mas na alma portuguesa
Foi saudade e nostalgia.

Foi tão triste essa partida
O ter que dizer adeus
Numa amarga despedida
De Portugal e dos seus.

Partir... Não foi desertar
Da nossa nobre Nação
Foi sim...Ter que procurar
Direito à justa ambição.

Mas a desditosa ausência
Desperta em nós muitas vezes
Um surto de transcendência
Que nos faz mais portugueses.

Somos com muito prazer
Sempre Lusos afinal
Com muito orgulho de ser
Teus filhos... Meu Portugal !...

És nossa Terra querida
Nossa Pátria Lusitana
Amamos-te toda a vida
És nossa mãe soberana.

Portugal estás presente
Em qualquer comunidade
No peito de cada ausente
Arde a chama da saudade.

 

Euclides Cavaco