1/12

Canto à Natureza

Poema e voz de Euclides Cavaco

Eu canto...
No meu ode à Natureza
A sua bruma e beleza
Que nos seduz e extasia
Eu canto...
Nascentes , rios e fontes
Os lagos, vales e montes
Neste hino feito poesia.

Eu canto...
Do mundo as maravilhas
Dos continentes e ilhas
Todos os encantos seus
Eu canto...
Amena a terra e o mar
A formosura sem par
Que nos foi dada por Deus.

Eu canto...
Jardins, frutos e as flores
Perfume, sabor e cores
E as estações do ano
Eu canto...
Tudo o que na terra habita
A sua força inaudita...
Que deslumbra o seu humano.

Eu canto...
Todo o mistério da vida
A que a terra deu guarida
Seus recursos e grandeza
Eu canto...
O poder da terra emerso
Exaltando aqui em verso
Quanto é bela a Natureza !...


Euclides Cavaco