CORTESIA
Homenagem ao fadista
ANTÓNIO ROCHA



Para ti
Fadista e sonhador,
Eu canto neste poema
Os teus dotes sublimes
Por teres dado a cada tema
Da forma com que te exprimes
Ao fado maior valor !...

Para ti
Nobre talento de alma inteira
Para quem a música e as palavras
São brinquedos
Fizeste da guitarra companheira
Em eternas noites de folguedos...

Para ti
Ilustre fadista...
Parabéns aqui te dou
Por deleitares tanta gente
Com teu carisma de artista
E tua voz sapiente
Que o noisso fado honrou...


Para ti
Nesta leve cortesia
De sabor a nostalgia
Que te presto hoje aqui
Recordo os fados solenes
Como pétalas perenes
Que são pedaços de ti !...

Para ti
fiz este poema
Inspirado e confiante
Que ainda não vais dizer fim...
À carreira triunfante
Que fez do fado um jardim!...

Para ti
Egrégio amigo
Nesta modesta mensagem
A mais merecida homenagem
Deixo hoje aqui contigo!...


Euclides Cavaco