Poema e voz de Euclides Cavaco


P'ra celebrar a passagem
Do ano, em todo o mundo
Faz-se do tempo a contagem
No fim segundo a segundo .

Um comum comportamento
Que apraz à sociedade
Sublimando o momento
Com pompa e solenidade .

Há festas e euforia
Celebrações entre o povo
Na transição deste dia
Para mais um Ano Novo.

Esquecem-se as arrelias
Que se afogam na bebida
Entre galas e folias
Celebra-se enfim a vida.

Trocam-se saudações
Em êxtase de alegria
Tomam-se resoluções
Tão notórias deste dia.

Chega mais um Novo Ano
Que vivê-lo valha a pena.
Salutar prò ser humano
Nesta passagem terrena !...


Euclides Cavaco